Processo de seleção para iniciar um curso de graduação

O Sisu é um processo de seleção, que possibilita às pessoas de todo o país a oportunidade de ingressar no curso de graduação desejado sem a necessidade de viajar para realizar as provas de vestibular. Por meio do sistema, que utiliza a nota obtida no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), se mantém a lógica da aprovação pela capacitação, sendo aprovados os candidatos melhor pontuados dentre os inscritos para cada instituição e curso.

A inscrição SISU é feita exclusivamente pela internet, onde o candidato deverá acessar o site disponível abaixo:

www.sisu.mec.gov.br.

As inscrições no Sisu são gratuitas e todas as instituições participantes do sistema devem oferecer acesso à internet gratuito para quem deseja se inscrever.

Após a etapa de inscrição SISU 2019, o sistema seleciona automaticamente os candidatos mais bem classificados em cada curso, de acordo com suas notas no Enem.

Como consultar o resultado SISU

O resultado SISU 2019 é uma das partes mais esperadas por quem está concorrendo as vagas, os candidatos ficam ansiosos para ter acesso, mas como toda etapa desse programa tem data definida para ocorrer, não é diferente com o resultado do processo seletivo.

Para consultar o SISU resultado 2019, o candidato terá que acessar a página do programa, onde será publicado exclusivamente no site oficial e você poderá consultar através do endereço citado acima. Consulte também o cronograma para que você saiba quais serão as datas e todas as etapas, assim fica mais fácil saber quando elas irão ocorrer.

O resultado SISU 2019 poderá ser consultado também através, das instituições participantes e na Central de Atendimento do MEC, no telefone 0800-616161.

Agora que você já sabe como realizar a consulta SISU resultado e utilizar a nota do mesmo para ingressar numa universidade pública, não perca tempo e entre já no site do MEC para realizar o processo. Caso exista dúvidas, deixe um comentário logo abaixo. Boa sorte!

Alíquotas para contribuintes individuais e facultativos

Para contribuintes individuais e facultativos, as alíquotas são as seguintes:

Os valores discriminados foram os utilizados durante o ano de 2019. Para o ano de 2019 é preciso consultar novos valores no site da Previdência Social.

Valor

O cálculo da aposentadoria e de outros benefícios pagos pelo INSS variam conforme as contribuições recolhidas. Assim, para uma pessoa com 60 anos de idade e 35 de contribuição, de acordo com a fórmula 85/95, em 2016 foram os seguintes os valores:

  • Para quem ganhava até R$ 1.000,00, o benefício é de R$ 850,30;
  • Para salários até R$ 2.000,00, benefício de R$ 1.700,60;
  • Para salários até R$ 3.000,00, aposentadoria de R$ 2.550,90;
  • Para quem ganhava até R$ 4.000,00, valor de R$ 3.401,20;
  • Para quem ganhava até 5.000,00, aposentadoria de R$ 4.251,50.

A opção de cálculo mais vantajosa para quem está se aposentando é a fórmula 85/95. Quando a pessoa se aposenta mais cedo, de acordo com a expectativa de vida, os valores podem ser menores.

Entenda ainda sobre a Tabela INSS 2019.

Uma pessoa com 55 anos de idade e 35 de contribuição, por exemplo, terá o fator previdenciário mais baixo (0,7002), o que significa que sua aposentadoria é reduzida em pelo menos 30%. No entanto, quem tem 65 anos de idade e 40 de contribuição, poderá ter um acréscimo de 21,53% em sua renda, de acordo com a média salarial.

Essa condição ocorre porque o principal objetivo do fator previdenciário é desestimular o contribuinte a aposentar mais cedo. O sistema previdenciário segue a regra de capitalização, que é aplicada aos planos de previdência.

O contribuinte vai acumulando um capital pelos anos de contribuição e, se ele se aposenta antes da idade, o INSS devolve um valor menor mensalmente, uma vez que deverá ficar aposentado mais tempo. Uma pessoa em idade avança, por seu lado, terá um benefício mais alto.

Quem se aposenta com mais idade pode ter mais vantagens pela regra do fator previdenciário. No exemplo abaixo, vamos mostrar qual seria o benefício recebido por uma pessoa com 65 anos de idade e 35 anos de contribuição através das duas regras:

Faixa salarial média Benefício recebido pela regra do fator previdenciário Benefício recebido pela nova fórmula 85/95
R$ 1.000,00 R$ 1.054,10 R$ 1.000,00
R$ 2.000,00 R$ 2.108,20 R$ 2.000,00
R$ 3.000,00 R$ 3.162,30 R$ 3.000,00
R$ 4.000,00 R$ 4.216,40 R$ 4.000,00
R$ 5.000,00 R$ 4.663,75 R$ 4.617,92

Déficit já passa de 10 mil bancários, confirma Confederação!

Estão abertas as inscrições para o novo concurso público do Banco do Brasil que oferece 2.499 vagas em cadastro de reserva para o cargo de Escriturário, que exige nível médio.

Foram liberadas antecipadamente as normas do concurso público do Banco do Brasil que tem como objetivo a realização do cadastro reserva para o cargo de Escriturário.

Interessados no concurso público do Banco do Brasil (BB) têm mais um motivo para estudar. Isso porque o diretor de gestão de pessoas do banco, Carlos Alberto Araújo Netto, confirmou que será realizado o concurso em 2019.

O Banco do Brasil – BB vai lançar um novo concurso público para São Paulo em 2019. A seleção terá como objetivo formar cadastro de reserva no cargo de escriturário, que requer nível médio. O salário é de R$ 1.280,10.

O motivo da realização do novo concurso do BB para São Paulo é o fim da validade das últimas seleções realizadas para o estado. Uma delas foi em 2008 e abrangeu a capital e a região metropolitana do estado. Já a mais recente ocorreu em 2017, para 20 cidades do interior.

Em 2018, o Banco do Brasil realizou três concursos públicos para escriturário. Contudo, nenhum deles ofereceu chances para São Paulo. Agora, os concurseiros do estado finalmente terão uma chance de entrar no órgão. Até a realização do novo certame – que deve ser organizado pela Fundação Carlos Chagas, responsável pelos três concursos de 2018.

Direitos trabalhistas do Pescador Artesanal

O Seguro Desemprego do Pescador Artesanal foi expedido em 28/08/2007 (data de sua publicação no DOU) pela Resolução nº 553/07, do Conselho Deliberativo do Fundo de Amparo ao Trabalhador (CODEFAT), que dispõe sobre o pagamento do seguro desemprego aos pescadores artesanais durante o período de proibição da pesca, estabelecido pela Instrução Normativa IBAMA nº 167, de 10/8/07 – DOU de 13/8/07.

A Lei nº 10.779/03 estabelece que o pescador profissional que exerce sua atividade de forma artesanal, individualmente ou em regime de economia familiar, mesmo com o auxílio eventual de parceiros, fará jus ao Benefício do Seguro Desemprego Pescador Artesanal, no valor de um salário mínimo mensal, durante o período em que é proibida a pesca para a preservação da espécie.

Requisitos para requerer o Seguro Desemprego

O art. 2º da Resolução MTE/CODEFAT nº 657/10 dispõe que terá direito ao seguro desemprego 2019 pescador artesanal o pescador que preencher os seguintes requisitos no processo de habilitação:

  • Ter registro como pescador profissional, categoria artesanal, devidamente atualizado no Registro Geral da Atividade Pesqueira (RGP), emitido pelo MPA, com antecedência mínima de um ano da data do início do defeso;
  • Possuir inscrição no Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) como segurado especial;
  • Possuir nota fiscal de venda do pescado a adquirente pessoa jurídica ou pessoa física equiparada à jurídica no período compreendido entre o término do defeso anterior e o início do defeso atual;
  • Na hipótese de não atender ao descrito na letra “c” e ter vendido sua produção a pessoa física, possuir comprovante de recolhimento ao Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), constando em matrícula própria no Cadastro Específico (CEI), no período compreendido entre o término do defeso anterior e o início do defeso atual;
  • Não estar em gozo de nenhum benefício de prestação continuada da Previdência ou da Assistência Social, exceto auxílio-acidente, auxílio-reclusão e pensão por morte; e
  • Não ter vínculo de emprego ou outra relação de trabalho, ou outra fonte de renda diversa da decorrente da pesca.

Valor do Benefício

A lei garante ao pescador receber tantas parcelas quantos forem os meses de duração do defeso, conforme portaria fixada pelo IBAMA. O valor de cada parcela do Benefício Seguro Desemprego Pescador Artesanal é de um salário mínimo.

Como Requerer

O benefício do Seguro Desemprego, será requerido pelo pescador profissional na categoria artesanal, na Delegacia Regional do Trabalho – DRT, ou no Sistema Nacional de Emprego – SINE, ou ainda, nas entidades credenciadas pelo Ministério do Trabalho e Emprego – MTE, mediante a apresentação dos seguintes documentos:

  • Formulário de requerimento, em modelo aprovado pelo Ministério do Trabalho e Emprego – MTE, preenchido em duas vias;
  • Carteira de identidade ou carteira de trabalho;
  • Comprovantes de inscrição no PIS/PASEP e no Cadastro de pessoa Física – CPF;
  • Carteira de registro de Pescador Profissional devidamente atualizada, emitida pela Secretaria Especial de Aqüicultura e Pesca da Presidência da República – SEAP/PR, cuja data do primeiro registro, no RGP, comprove a antecedência mínima de 1 (um) ano da data do início do defeso;
  • Declaração pessoal de que não dispõe de outra fonte de renda diversa da decorrente da atividade pesqueira;
  • Cópia de, pelo menos, dois comprovantes de venda de pescado ou comprovante de recolhimento, ao INSS, de, pelo menos, duas contribuições previdenciárias, na forma do disposto nos incisos III e IV do art. 2º;
  • Comprovante do número de inscrição do trabalhador – NIT/CEI; e
  • Quando pescador profissional que opera, com auxílio de embarcação, na captura de espécies marinhas, apresentar cópia do Certificado de Registro da Embarcação, emitido pela SEAP/PR, comprovando que a permissão de pesca concedida é direcionada para a captura da espécie objeto do defeso.

Prazo para Requerer

O Benefício do Seguro Desemprego Pescador Artesanal será requerido a partir do trigésimo dia que anteceder o início do defeso até o seu final, não podendo ultrapassar o prazo de 180 (cento e oitenta) dias. Nos casos em que o defeso for mais de 180(cento e oitenta) o pescador não poderá não ultrapasse o prazo de 180 dias.

Quando e Onde Receber

A primeira parcela estará disponível a partir de 30 (trinta) dias da data do início do defeso. O pescador deve dirigir-se à agência da CAIXA ou nas Casas Lotéricas e Caixa AQUI para recebimento com o Cartão do Cidadão.

Como Pagar o IPVA no DETRAN RS

Apesar de todo tipo de oportunidade para facilitar o pagamento, assim como o governo tenta oferecer cada vez mais, o sistema ainda não segue um padrão ideal. Prova disso é que ainda não há a possibilidade de o IPVA ser pago em postos de atendimento do DETRAN e isso pode restringir e complicar um pouco o processo de tempo gasto pelo contribuinte na hora de pagar as contas, devido a filas e outros transtornos.

Portanto o imposto deve ser pago em agências bancárias do Banrisul, Banco Itaú, Banco Bradesco, Banco SICREDI e Banco do Brasil. Para este último banco, o pagamento é feito apenas para clientes, via caixa eletrônico e débito automático por meio do internet banking. É importante lembrar que junto com o pagamento do IPVA o contribuinte também pode efetuar o pagamento do licenciamento e das multas.

DESCONTOS NO PAGAMENTO DO IPVA RS

O governo do estado do Rio Grande do Sul aproveita para presentear os bons motoristas com um desconto de 8,5% a 23,05% de desconto no valor do pagamento do imposto. O desconto se deve a um programa que beneficia motoristas que não tiveram multas em seu nome durante o tempo descrito.

Quanto mais tempo sem multas, maior o desconto. Pagamentos feitos até a data previstas também têm geram ao contribuinte um desconto de 5,5%. Programas como esses são importantes para garantir um trânsito mais seguro e despreocupado, e ao contribuinte uma comodidade e satisfação maiores. O Rio Grande do Sul, diferente da maioria dos estados, proporciona desconto até para pagamento parcelado em três vezes. O desconto começa em 3, segue pra 2 e a última parcela tem 1% de desconto. Mas para isso é preciso efetuar o pagamento dentro do prazo previsto.

Saiba também quais são os descontos e como realizar o pagamento do Licenciamento 2019 RJ.

PAGAMENTO ATRASADO DO IPVA RS

Com tantas facilidades e descontos, ainda há quem deixe de efetuar o pagamento no devido prazo. Caso isso ocorra, serão cobrados os devidos juros e multa de acordo com o tempo de atraso, que cresce mais a cada período de demora do pagamento.

OUTRAS INFORMAÇÕES SOBRE PAGAMENTO DO IPVA

Para facilitar cada vez mais a vida dos motoristas, que já se estressam bastante nos engarrafamentos diários, o DETRAN e a Secretaria da Fazenda enviam para cada contribuinte uma carta com todos os tipos de informações sobre IPVA e outros assuntos referentes a veículos. Quem não quer esperar a carta chegar ou quer informações que não constam no documento, podem ligar no DISQUE DETRAN (0800 5103311) ou se dirigir a um dos muitos postos de atendimento espalhados pelo estado.

Oportunidades no Ensino Técnico

Você conhece o Pronatec 2019? Este é o que auxilia o Jovem a ter acesso ao ensino técnico, sancionado no ano de 2011 pela então Presidente da República, Dilma Rousseff, para ampliar as vagas na educação técnica e aumentar a inclusão dos jovens de classes C, D e E no ensino técnico. Confira como fazer as inscrições para os cursos do Pronatec no Senac e Senai.

Atualmente existem várias iniciativas do Pronatec que tem o apoio de instituições como o SENAC. Para se inscrever no programa, deve ficar atento o candidato às vagas abertas que podem ser em escolas públicas estaduais, Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia e também nos Serviços Nacionais de Aprendizagem, como exemplo do SENAC assim como também o SENAI.

Entre os objetivos mais amplos do PRONATEC estão: expandir, democratizar as ofertas de cursos de educação profissional técnica de nível médio e cursos de formação inicial; construir, reformar e ampliar as redes de educação profissional; aumentar as quantidades de recursos pedagógicos para apoiar oferta de educação profissional, melhora a qualidade do ensino médio entre outros. Além disso, o PRONATEC tem várias iniciativas como:

  • Programa Brasil Profissional que se destina a ampliar oferta e fortalecimento da educação profissional e tecnológicas integradas a rede de ensino estaduais em parceria com o governo federal;
  • FIES Técnico e Empresa, este financia cursos técnicos e cursos de formação inicial e Continuada e qualificação profissional para estudantes;
  • Bolsa Formação, em que o PRONATEC oferece cursos técnicos para os estudantes que concluíram o ensino médio e para os estudantes matriculados no ensino médio e cursos de formação inicial e continuada e de qualificação profissional.

Quer saber os cursos gratuitos do Pronatec no Senac e Senai? No portal do Ministério da Educação existe a relação completa de cursos gratuitos que estão disponíveis para o estudante Brasileiro.

É possível conferir estes cursos e os diversos tipos: existem os cursos técnicos para os jovens que completaram o ensino médio que tenha duração a partir de 1 ano; Qualificação dos profissionais do ensino técnico; Educação Continuada; e o curso técnico para quem está matriculado no ensino médio com duração mínima de um ano; também no link acima é possível pesquisar os cursos por município brasileiro, cursos do catálogo nacional ursos técnicos e também o guia PRONATEC de cursos FIC.

No site da PRONATEC você encontra também detalhes sobre a base legal do programa e suas características legais. Para quem participa dos cursos do PRONATEC além de ter uma formação profissional boa tem outros benefícios como ter a disposição de um bom ensino das instituições parceiras como o SENAC que oferecem estrutura moderna, professores altamente qualificados, extensa rede de parceiros e a estrutura e baseamento que o SENAI tem em todo o Brasil. Por isso se busca um rumo profissional não deixe de fazer sua inscrição no PRONATEC 2019.

Vantagens e importância de ter seguro do carro

Todo mundo está sujeito a ter o automóvel roubado ou de se envolver em um acidente e por essa razão ter os serviços de um seguro podem tranquilizar bastante. Contratar um seguro é sinônimo de tranquilidade, sendo indispensável nos dias de hoje. Tanto que se tornou uma grande influência na hora da compra do veículo, pois muitas pessoas já levam em consideração o valor desembolsado para a seguradora.

Basicamente, um seguro de automóvel garante proteção contra furtos, roubos, danos causados por batidas e demais eventualidades, como queda de árvores e outras situações inesperadas. Além disso, caso ocorra uma colisão com outro veículo, o seguro evita que o seu carro seja colocado em risco, mesmo quando o outro motorista foge e não presta auxílio. Dependendo do seguro até mesmo despesas médicas são incluídas e de acordo com a apólice, terceiros que se envolverem também podem ser beneficiados.

Outra obrigação do proprietário de veículo automotor é realizar o pagamento do IPVA, Licenciamento e do Seguro DPVAT 2019, um seguro obrigatório que deve ser pago todos os anos, para que as vítimas de acidentes de trânsito possam ser asseguradas.

Algumas seguradoras também oferecem vantagens que vão além do âmbito automotivo, sendo comum elas oferecerem vantagens como veterinário, assistência técnica para computadores, descontos em atividades de lazer e muitos. O ideal é avaliar quais são as vantagens oferecidas e se elas estão de acordo com o seu perfil.

Não esqueça de realizar o pagamento do DPVAT 2019 Rio de Janeiro e poder transitar legalmente pelas rodovias.

Mesmo quando o veículo é financiado é de grande importância fazer o seguro. Nesses casos o saldo devedor gera a emissão de um pagamento para quitar os valores devido ao banco e a seguradora ainda paga q quantia remanescente presente na apólice ao segurado. Dessa forma, o segurado não terá de continuar pagamento quando o veículo é roubado ou é envolvido em um acidente com perda total.

Só há vantagens em adquirir um seguro para seu automóvel, pois assim há uma garantia de maior tranquilidade e não apenas uma dívida que é adquirida. O seguro oferece serviços de guincho, de chaveiro e outros serviços que não são necessariamente ligados a prejuízos causados no veículo. Em outras palavras, o segurado não tem o que se preocupar.